A dança contemporânea… "Algures a Nordeste"

Cartaz Festival de danca contemporanea

Um qualquer dicionário de língua portuguesa nos diz que "dança" é uma "série de movimentos executados com o corpo, de forma ritmada e coreografada, geralmente ao som de música".

Eu acrescentaria "é sentimento". Porque, para mim, dançar é expressar sentimentos, emoções, é dizer o que nos vai na alma mas sem falar. É a linguagem do corpo.

E quando a dança se combina com outra manifestação cultural, a literatura no caso, propõe-se a colocar a sua linguagem e imagética ao serviço da divulgação de aspetos do património cultural de uma região.

"Algures no Nordeste" é a edição do Festival de Dança Contemporânea, que vai buscar inspiração na obra homónima e emblemática do escritor e poeta António Manuel Pires Cabral, e vai decorrer nos Teatros Municipais de Vila Real e Bragança.

Entre as duas capitais de distrito, vão decorrer 15 espetáculos, de entrada gratuita, pela dança de cinco das mais reconhecidas companhias nacionais, com coreografias de Olga Roriz, Victor Hugo Pontes, São Castro, Nélia Pinheiro e Daniel Cardoso.

Além dos espetáculos, haverá espaço para workshops e encontros com os coreógrafos, que carecem apenas de inscrição, bem como um espetáculo de street dance de Max Oliveira.

O 1.º Festival de Dança Contemporânea "Algures a Nordeste" decorre de 9 a 30 de setembro, com a sessão de abertura no dia 6.

O que vos parece? Vamos dançar?

Susana Figueira

Dancarino em palco
A dança é a linguagem do corpo

Dancarinos em palco
"A Ballet Story" ©João_Peixoto


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.